Sexta, 16 Novembro 2012 19:59

Procon-SP convoca sites de compra coletiva para firmar compromisso de redução de queixas

O Procon de São Paulo, órgão estadual de defesa do consumidor vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, convocou sete sites de compras coletivas para assumirem o compromisso de reduzir queixas em relação aos serviços oferecidos. O índice de reclamações em relação a essas empresas triplicou no primeiro semestre de 2012 comparadas ao ano passado.

Os sites Caldeirão de Ofertas, Clickon, Clube do Desconto, Groupon, Peixe Urbano, Pesca Coletiva e Privália deverão, além de tomarem medidas para que haja redução nas reclamações, aumentar o índice de solução das que forem registradas.

Segundo o Procon-SP, Peixe Urbano, Clickon e Groupon já se comprometeram a atender o pedido do órgão.

Para o órgão, a febre do setor de compras coletivas fez também saltar o número de reclamações, que tiveram um aumento de mais de 400% no primeiro semestre de 2012 em relação ao ano passado. Além disso, já houve aplicação de R$ 250 mil reais em multas a empresas do setor.

Procurado pelo UOL Tecnologia, o ClickOn afirmou por meio de nota que tem um compromisso interno para reduzir o número de reclamações. "A equipe tem trabalhado fortemente nesse sentido e, desde o começo do ano, o número de reclamações já diminuiu em mais de 50%", informa a empresa.


Peixe Urbano, por meio de nota, destacou que no primeiro semestre do ano implementou o atendimento ao consumidor via chat online e canal telefônico para usuários em todo o país, disponível 24 horas por dia. Essa medida, segundo a empresa, contribuiu para melhorar o relacionamento com o consumdor e aumentar a eficiência na solução de problemas. “Para registar o nosso compromisso em darmos continuidade a este trabalho, na semana passada, assinamos um termo com o Procon-SP, onde nos comprometemos em melhorar ainda mais estes índices até o final do ano”, completa.

Sobre o compromisso público firmado com o Procon-SP, o Groupon afirmou em nota que vai “cumprir com todos os itens deste acordo” e que "tem como prioridade o bem estar dos seus consumidores e parceiros”. O site de compras coletivas informou ainda que as medidas já estão dando resultados, com “redução em 30% do número de casos que chegaram ao Procon nos últimos seis meses”.


Fonte: UOL

  1. Mais lidas
  2. Mais recentes